12 abril 2010

Interagindo com a Mãe Terra


Catalizando Luz para Mãe Terra
Olá a todos os participantes e visitantes, saudações de Luz,

Após um período de recesso, estamos de volta com toda boa vontade a este espaço de Luz inspirado nos Mestres e na Essência Divina, retomando os trabalhos na humilde intenção de contribuir com todos aqueles que estão dispostos a resgatar conhecimentos antes velados... assim como a tão necessária e urgente 'Amplitude de Consciência'. Tendo em vista os atuais acontecimentos no planeta – terremotos, vulcões, tsunamis, chuvas torrenciais, variações intensas de temperatura, etc – optei por compartilhar este texto extraído da obra “A Alquimia de Um Planeta”,  o qual nos dá uma melhor compreensão do porquê de tantas manifestações aparentemente “revoltas” por parte da nossa Amada Mãe Natureza. Devido à extensão do capítulo, pensamos ser melhor publicar somente algumas de suas partes mais significativas, para a apreciação dos queridos participantes do Projeto Luz Consciência e visitantes interessados em geral.

Na seqüência, a leitura:

“O ser humano tornou-se assim como um filho da natureza planetária, desde que o Ser Cósmico “Geo” aceitou acolhê-lo para que aqui continuasse sua trajetória evolutiva; abriu esta oportunidade para todos aqueles exilados de outras constelações, a fim de que dispusessem de si, esta generosa “nave cósmica”, possibilitando-lhes a continuidade do resgate daquele nível de consciência perdido, quando ainda em seus planetas de origem.

Sabia que os riscos decorrentes da rebeldia dos que viriam eram grandes e os problemas praticamente inevitáveis, o que poderia comprometer a harmonia planetária e a integridade do ecossistema, mais precisamente quando aqueles seres atingissem períodos de maior avanço tecnológico. Apesar das previsões, realmente catastróficas, acolheu generosamente aqueles bilhões de almas que poderiam ficar por um período indefinido sem um “lar cósmico”, caso aqui não fossem aceitas.

Na qualidade de uma mãe, repleta do mais puro e incondicional amor, edificou sobre os alicerces da esperança e da boa vontade as bases de uma grande civilização, providenciando a formação de corpos tridimensionais ideais à retomada evolutiva dos primeiros grupos de exilados. Esta, mais uma evidente explicação do porquê o Homem não descender do macaco, uma vez que o reino da natureza ao qual pertencem os primatas é distinto, ainda que adquiram certa quantidade de consciência em função da forte presença mental humana.

Consta que desde a introdução dos primeiros “inquilinos”, até os dias de hoje, transcorreram-se cinco civilizações tecnologicamente avançadas. Assim, temos participado da epopéia terrestre em revezamentos, uma vez que a quantidade de veículos físicos disponíveis nem sempre atendeu ao volume de almas que, invariavelmente, mantinham-se aguardando em plano astral por oportunidades de experiência tridimensional.

O fato é que todas aquelas civilizações praticamente se autodestruíram, e os desertos que em decorrência continuam se formando mostram, claramente, que ainda não compreendemos que a destruição na natureza significa o nosso próprio apocalipse. Felizmente chegou a era da libertação definitiva, também para o nosso amado planeta, porque somente permanecerão aqueles seres de maior realização no Amor e de consciência ecológica.

Os desmatamentos, as queimadas criminosas, que visam a atual expansão imobiliária, sempre em proveito de um número reduzido de pessoas, assim como a poluição que já teríamos condições de minimizar, tudo conduz inevitavelmente ao colapso ambiental, este que levou milhões de anos para atingir seu equilíbrio e harmonia.

Como já foi dito, o Amor Divino é a grande Energia responsável pela criação e manutenção de tudo o que envolve a sintonia vibratória entre as constelações, as estrelas e os planetas de quaisquer campos galácticos... E certamente que providências precisam ser tomadas, em nome do restabelecimento da Ordem Universal e do perfeito desenrolar do Plano concebido pelo Criador.

A ampliação da consciência ecológica pode ser acionada à simples visualização deste planeta deslizando suavemente pelo espaço, traçando sua magnífica órbita, abrigando em sua superfície imensos oceanos repletos de peixes, corais e algas marinhas; cinco grandes continentes com suas cordilheiras, florestas, animais e pássaros, tudo interagindo em perfeita harmonia… 

A ciência observa a relação entre os planetas e o Sol sob uma ótica meramente mecânica, considerando o equilíbrio orbital em função de suas massas, mas não imagina a profunda relação que existe entre todos os astros, em se tratando desta ainda desconhecida Energia responsável pela harmonia cósmica chamada Amor...

Sabe que a vida terrestre necessita dos raios de nossa estrela-mãe, mas desconhece qualquer sintonia ou relação entre uma flor e os anéis de Saturno por exemplo. Ainda não existe a consciência de que uma “Força Única” criou e mantém todo este fantástico sistema cósmico, vivo e em perfeito equilíbrio, assim como acontece dentro de nossos próprios corpos físicos, com todos os órgãos funcionando de maneira inter-relacionada. Esta Energia Universal passa ininterruptamente através de tudo o que vive, e deveríamos entender que inclusive as pedras possuem vida, porque igualmente evoluem ao receberem impulso vibratório ascendente, assim como vimos no primeiro capítulo sobre a tendência quântica do elétron; somos todos co-participantes da Energia-Amor e em constante processo de evolução. 

Tal nível de consciência deveria ser suficiente para que nos sentíssemos co-responsáveis pela manutenção de todo este maravilhoso sistema e reconhecêssemos que, de alguma maneira, cada pensamento emitido interfere no funcionamento geral do planeta e do próprio Cosmos. Em nossa ignorância, supomos que acabar com a natureza seja apenas um problema da futura falta de alimentos, mas desconhecemos que, em um nível mais profundo, a Consciência Planetária se inter-relaciona de maneira vital com a consciência coletiva da humanidade.

Urge reconhecermos que somos criaturas dotadas da maravilhosa capacidade de Criar, o que nos torna responsáveis pelos nossos pensamentos, pela qualidade da energia que nossa mente emite… De que aqui estamos para crescer em “consciência construtiva”, Amando intensamente, merecendo fazer parte daquele Amor que desconhece fronteiras, e do qual Jesus veio solicitar nossa participação interativa!

Este momento especial pede que o conceito de fraternidade seja expandido, para além dos nossos semelhantes, e que abracemos ao planeta “como um todo”; que os animais, as plantas, a atmosfera, a terra, os rios e os oceanos sejam respeitados e amados, mesmo porque nossos descendentes terão seu futuro vinculado ao destino que a todo momento estamos impondo ao meio ambiente."
----------------
Cap.. VII

Saúdo a de todos que visitam este espaço. Sejam sempre bem vindos!
Muita Paz e Luz!

Cristal de Shamballa

Compartilhe com os amigos ♥



1 Comentário:

Luz disse...

Muy interesante ricardo, todo lo que he leido, esta muy lindo tu blog, te mando un beso y suerte.Issam no entendia mucho pero le explique que era lo que decia, chao lore

Postar um comentário

Seja bem vindo!

Sinta-se a vontade para comentar os artigos e compartilhar seus pensamentos conosco. Muito obrigada por sua presença!

• Se desejar enviar um email, visite a página de CONTATO.

Um abraço Fraterno ॐ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

ॐ Licença e Direitos Autorais


Creative Commons License

Projeto Luz Consciência 2009 / 2011 por Ricardo L. de Oliveira * Esta obra está licenciada sobre uma Licença Creative Commons.

ॐ Créditos

Design by ♥ Lucy ♥
Amor e Paz Sem Fronteiras

  ©Direitos reservados Luz Consciência | Por Luz Consciência | Design by Lucy ♥ | Modelo DB3.0 | Powered by Blogger

TOPO